IF YOU WANT,YOU CAN LISTEN MUSIC

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O PESO DA SOBREVIVÊNCIA (The weight of survival)

Óleo s/tela, 40x30cm (2009)
Óleo s/tela, 40x30cm (2009)
(oil on canvas inspired in my Vietnam travel)
(inspirados na minha viagem ao Vietname)

6 comentários:

Com Tintas e Pincéis disse...

Olá Inês,
Gosto desta pintura. O título foi muito bem escolhido. Ao olhar para o quadro, sente-se o peso da sobrevivência.
Um abraço
Puri

Tentativas Poemáticas disse...

Muito bem retratado o peso da sobrevivência!...
Olá Inês
Tenho pensado e até falado em si ultimamente. Estive na inauguração da exposição da DUMA e conheci-a pessoalmente.
Sinto-me orgulhoso por ter como amigas 4 artistas plásticas tão queridas na blogosfera: A Inês, a Isabelinha (Artista Maldito), a Júlia Calçada e a DUMA. Admiro-as muito.
Deixo-lhe um beijinho e um muito obrigado pela visita que me deixou feliz.
António

Psycho disse...

Encontrei este blog por acaso... E não pude deixar de parar de olhar para ele. Interessa-me, pois também estou na área das Artes.

Adorei a maneira retratada do peso da sobrevivência nas costas da figura.

Psycho disse...

Encontrei este blog por acaso... E não pude deixar de olhar para ele. Interessa-me, pois também estou na área das Artes.

Adorei a maneira como está retratada o Peso da Sobrevivência nas costas da figura...

Inês Dourado disse...

Olá Psycho

Obrigada pelo teu comentário.Ainda bem que gostaste. É ...foi mesmo assim que vi o personagem que pintei. Ele passou por mim e eu não pude deixar de olhá-lo e fixei a sua imagem de costas, com passos que pretendia apressados, mas que eram curtos. Curtos porque o peso que carregava, naqueles recipientes 'tipo balança', não o deixavam ir ao encontro do seu desejo, porque são passos de sobrevivência no verdadeiro sentido da palavra. Quando fui ao Vietname o que, de facto, mais gostei foi das pessoas. Trabalham e lutam, lutam pela sobrevivência. Por isso, resolvi pintá-lo. Uma espécie de homenagem que faço àquela gente que ainda sofre os resquicios da guerra, mas que luta pela sua sobrevivência entre um olhar triste e um sorriso conformado. Mas, apesar de tudo, são pessoas extraordinariamente simpáticas, solicitas e educadas.
Um abraço e volta sempre
Inês

jefhcardoso disse...

Olá! Com licença; deixe que me apresente: sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio vadio em visitas a blogs, seguindo a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”. Tenho a secreta pretensão de fazer um milhão de amigos, mas shiiiuuu!!!


Quando encontro um blog bem legal eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http:jefhcardoso.blogspot.com/ . Pela proposta deste blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro.

Parabéns aos colaboradores deste blog e desculpe a intromissão.
Abraço: Jefhcardoso.